Postagens

5 dicas empoderadoras para lésbicas

Imagem
Lésbicas não são caminhoneiras. Lésbicas não são “masculinas“. Mas podem ser. Cada lésbica possui suas próprias características e singularidades e é preciso respeitar a outra da mesma forma que você gosta de ser respeitada. Lésbicas não se dividem em ativas e passivas. Lésbicas são mulheres e precisam empoderar-se duas vezes: quanto ao seu gênero e quanto a sua orientação sexual. Empoderar: verbo que significa “dar poder”. Precisamos de poder e de espaços. Precisamos que as revistas falem de nós não como objetos sexuais ou para a fantasia de homens héteros. Representatividade importa e é por isso que vamos começar a descobrir juntas formas de tomar o poder para si e inspirar outras mulheres lésbicas a fazerem-o também. 1. SEXO LÉSBICO SEGURO: É POSSÍVEL? A ausência de métodos específicos que assegurem a anulação do risco da transmissão de DST’s faz com que muitas lésbicas acreditem que não existe perigo de contaminação pelo sexo com outra mulher, o que, claro, é um engano. Todavia, lésb…

Sete dicas para deixar sua companheira louca apenas com sexo

Imagem
sexo oral é uma ótima fonte de prazer para as mulheres. Para os que têm medo de desagradá-las durante o ato, a terapeuta sexual Jenny Hare, disse em seu livro Orgasmos: Como Chegar Lá (Editora BestSeller, 256 p., R$ 24,90) que é fácil fazer, muito mais até que a estimulação manual. Confira sete dicas e curiosidades listadas na obra e arranque suspiros da parceira:


1) É um mito que, durante o sexo oral, a língua precisa entrar na vagina. Não é necessário. Mas pode experimentar e, se ela aprovar, ótimo;

2) Não penetre a vagina com os dedos a menos que a pessoa queira, já que não consegue saber se a unha está áspera, por exemplo;

3) O que a maioria das mulheres mais gosta é o efeito do envolvimento e da lambida que, embora sutil, costuma produzir intensas ondas de prazer;

4) Mantenha a língua macia e seja cuidadoso para deixar os dentes de fora da situação. Alguns homens pensam que a mulherada adora ser mordiscada, o que não é verdade;

5) A companheira pode preferir que fique só nas carí…

Sou lésbica, e agora? Como se aceitar e contar aos pais com tranquilidade

Imagem
Descobrir e aceitar a própria orientação sexual é para as mulheres, em alguns casos, é um processo que requer autoconhecimento, sinceridade e coragem.


Por mais que o assunto seja amplamente discutido atualmente, o preconceito contra homossexuais é uma realidade e, por isso, assumir a sexualidade para si e para os amigos e familiares não é uma tarefa fácil.


"O primeiro passo para a autoaceitação é entender que a sexualidade é uma escolha individual e que ser lésbica é perfeitamente normal", afirma Alexandre Bez, psicólogo e especialista em relacionamentos.

Veja na galeria de fotos as dicas do especialista para sair do armário sem traumas e contar aos pais, familiares e amigos com tranquilidade:


Você em primeiro lugar
O especialista explica que, antes de tomar a decisão de compartilhar sua orientação sexual com as outras pessoas, é preciso estar bem consigo mesma. Em muitos casos, é essencial que a pessoa deixe os seus próprios preconceitos de lado, antes de enfrentar o dos o…

Lésbica ensina homens a satisfazerem suas mulheres em livro

Imagem
Sabe qual a melhor maneira de um homem saber como satisfazer sexualmente uma mulher? *Segundo a escritora Jude Schell, lendo seu novo livro: “Lesbian Sex: 101 Lovemaking Positions”. * “Os homens, em geral, querem satisfazer as mulheres. Entretanto, eles não têm como ler o pensamento delas. Meu livro ensina o que eles têm de fazer. Afinal, quem poderia ensinar melhor um homem a agradar uma mulher do que uma lésbica?”, cutuca a autora.